Revista CONTEÚDO, Vol. 12, No 1 (2017)

GESTÃO DE MUDANÇA ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO EM EMPRESA DE TECNOLOGIA

Carla do Nascimento, Marina Franco, Pedro Domingos Antoniolli

Resumo


Com a crescente competitividade nos mercados, aliada à maior necessidade de agilidade e com consumidores mais informados e exigentes, as Organizações são forçadas a realizer mudanças constantes de seus processos, estruturas, e tecnologia, para responderem satisfatoriamente a estes requisites mercadológicos. Nesse sentido, as empresas buscam vários instrumentos de gestão, entre eles a gestão de mudança organizacional, no sentido de tornar a empresa mais ágil, flexível, e melhor preparada para as turbulências do mercado. Para tanto, os gestores devem planejar a amplitude e a dimensão dessas mudanças organizacionais, no sentido de preparar os colaboradores para o processo, que é normalmente pautado por estresses, conflitos, e barreiras para os objetivos propostos sejam alcançados. O objetivo desse artigo é apresentar os resultados positivos do processo de mudança organizacional nas organizações, em especial em uma empresa de tecnologia, objeto do estudo de caso deste artigo. Para a realização deste trabalho foi feita pesquisa de natureza aplicada, com abordagem qualitativa, e utilização de diversos instrumentos de coleta de dados, como entrevista, análise documental e observação direta. Como resultado, constatou-se que houve benefícios resultantes do envolvimento de todos os colaboradores, e minuciosa condução do processo por parte dos gestores, procurando endereçar cada uma das preocupações desses colaboradores, não negligenciando-as, o que se mostrou assertivo para se obter os resultados esperados. Assim, com base neste processo, no qual foram aplicados vários instrumentos, que podemos igualmente usar em processos de mudança organizacional, além de cuidados que devem ser observados com relação ao processo de comunicação com os colaboradores, podem trazer resultados satisfatórios. Portanto, ao se buscar o equilíbrio entre as estratégias, o envolvimento das pessoas, tecnologias aplicadas, e a correta análise da estrutura organizacional, mostraram-se efetivos para que a gestão da mudança fosse concluída com sucesso na organização estudada.

Texto Completo: PDF